(Saturday 9th of March 2013)
Dados genéticos: ligação ao crime e reserva pessoal

“Olho a nossa lei com alívio”, disse Filipa Calvão, a presidente da Comissão Nacional da Protecção de Dados, ao intervir ontem, na conferência ‘Bases de Dados Genéticos — a Ética, o Direito e a Investigação Criminal — que teve lugar na Universidade do Minho, em Braga.
Ao nível internacional, os portugueses são olhados por um lado como “bichos protectores” e por outro como “pioneiros” da protecção de dados, adiantou. (Read more)

Username
Password
This area is dedicated to publishing materials which aim to disseminate information on the project results to various publics, ranging from experts in law and genetics to police officers, judges, journalists and ordinary citizens.

Arguido or no: The portuguese DNA database

Dimensões e impactos da ficção científica forense: Que efeitos CSI?

O efeito CSI na sociedade portuguesa

Prisoners expectations of the national forensic DNA database: Surveillance and reconfiguration of individual rights

Popular press and forensic genetics in Portugal – Expectation and disappointment regarding two cases of missing children

Prisoners views of CSI’s portrayal of forensic identification technologies: A grounded assessmen

Tracing technologies: Prisoners views in the era of CSI

Bases de Dados genéticos com fins forenses: análise comparativa de legislação europeia

Criminal Genomic Pragmatism: Prisoners’ Representations of DNA Technology and Biosecurity

Study of the prisoners perspective